O que aconteceu quando tentei acordar às 3 da manhã por 32 dias seguidos (experiência do relatório final)


Quatro semanas atrás, o último terminou experimento do ano. Um que tinha a ver com o elemento-chave para melhorar o estilo de vida. Falo de ultraprodutividade e contundente em nosso ótimo desempenho … Madrugar. Neste caso, o experimento consistiu em acordar e acordar cedo às 3 da manhã durante 31 dias consecutivos. Um grande desafio, considerando que para mim cedo estava acordando entre 7 e 8:30 da manhã.

Eu dividi o relatório do experimento Madrugar às 3 da manhã em diferentes seções:

  1. Contexto do experimento.
  2. Scorecard.
  3. Experiência detalhada dia a dia.
  4. Reflexões e conclusões.
  5. Hipótese
  6. Aprendizagem validada – descobertas.
  7. Limitações e considerações.
  8. Conclusão final.

1. Contexto experimental De manhã cedo às 3 da manhã

Esta seção explica a base do experimento Madrugar às 3 horas da manhã, durante 31 dias:

O que está tentando e tentando aprender no experimento? Os benefícios de se levantar mais cedo do que 98% da população, para obter resultados positivos que afetam o estilo de vida e a produtividade profissional.

O que você tenta alcançar? Maior ultraprodutividade e alto desempenho holístico.

Qual é o valor esperado para ser extraído? Melhoria significativa no estilo de vida e fazer uma mudança fundamental no relógio biológico.

Qual é a motivação por trás do experimento? Veja onde você pode levar quem fez e outras pessoas que irão segui-lo e analisá-lo.

O experimento tentou responder às perguntas que você encontrará aqui.

2. Scorecard

Como em cada experimento, desenvolvi um scorecard com o qual eu medi os parâmetros-chave no início da manhã às 3 da manhã durante esses 31 dias consecutivos. Os parâmetros analisados ​​foram:

  • Dia
  • Hora de acordar.
  • Hora de dormir
  • Sensações ao ir para a cama
  • Horas de sono.
  • Qualidade do sono (medida com o APP do ciclo de sono.
  • Problemas causados ​​durante o dia.
  • Percentagem de produtividade.
  • Apetite
  • Fadiga momentânea.
  • Abordagem
  • Sim está.
  • Observações de manhã cedo.
  • A fórmula para medir produtividade: número de tarefas que você executa, para (multiplicar) o tempo necessário para completá-las entre (dividir) o impacto gerado – o impacto gerado seria dar uma pontuação de 1 a 10 ao resultado obtido ao terminar cada tarefa .

Você pode confira aqui o painel de controle final.

3. Detalhe da experiência passo a passo no início da manhã durante os 31 dias

Por que levantar cedo às 3 da manhã torna-o mais produtivo e muda o seu humor - isra garcia experiment ...

Esta é uma análise diária que tenho feito no final de cada dia:

Dia 1 – 21/11/18

Problema para dormir às 9h da noite anterior. Levantando às 3:08 da manhã Voar para Sevilha às 5:54 am chegando ao aeroporto com tempo de sobra. Também com muitas complicações para realmente decidir e perder tempo pela manhã. Muitas complicações para manter a atenção em apresentações e reuniões de trabalho, mesmo tomando MindLabPro. Ter que dormir no avião para Sevilha e no avião de volta. Vá para a cama às 21h35 e durma de uma vez. Dia de adaptação muito difícil. Eu tive que deixar o trabalho para fazer, El% d produtividade Foi 55%.

Dia 2 – 22/11/18

Levantando-me às 3h22 da manhã, com fadiga, precisei de muito para me levantar cedo e estar pronta para aproveitar o dia. Procrastinar muito de manhã, indo para o sofá depois de meditar até a cama 30 minutos, com muita preguiça. Minha mente me disse que eu não preciso fazer isso, por que eu faço isso. Eeso me auto-sabotou e me convenceu de que não havia necessidade de fazê-lo. Os níveis de energia, estando em casa e do primeiro dia de jejum semanal intermitente, foram muito melhores e eu passei o dia melhor. Eu até fiz esporte, 47 min de power yoga e de manhã 10 min de HIIT. Eu completei muito trabalho, a% de produtividade foi de 78%. Eu vou às 20: 47h para tomar um banho relaxante e depois dormir por volta das 9:30 da noite.

Dia 3 – 23/11/18

Eu acordei às 3:21 da manhã, com muito mais energia e sem ter que lutar tanto para começar o dia. Embora seja verdade que fui para a cama às 21h38 e às 1h15 mantive-me acordado e não dormi. Eu tenho suportado o dia sem qualquer cochilo. Eu tive um dia muito ocupado, onde fiz HIIT (10 min), power yoga (45 min). E fiz uma sessão de shiatsu, trabalhei e completei quase todo o meu trabalho. O problema é que percebi que a carga de hoje era muito grande e eu não terminaria, por mais ultraprodutiva que fosse. Índice de produtividade de hoje tem cerca de 88%. Eu tenho sido ativo, focado, não procrastinei. Fui às compras, ao dentista, ao notário. EhEu tive três reuniões de projeto e fiz mais tarefas do que deveria. Além disso, agora às 21: 20h vou jantar, o que indica que vou dormir muito pouco hoje. Vamos ver a que horas vou dormir e como eu acordo as 3 da manhã de amanhã.

Dia 4 – 24/11/18

Eu acordei às 3:33 da manhã, então dormi cerca de 2 horas e 10 minutos. Quando me levantei, não sabia onde estava, literalmente. Eu fiz o meu ótimo dia e quando terminei, decidi fazer um cochilo às 14h20, eu precisava. Quando acordei, continuei o dia com trabalho, esportes, relaxamento, lazer e nada fazendo. Então outra macro-soneca de 2: 15h depois do café da manhã e foi quando me senti com energia e foco. Eu continuei trabalhando, fiz ciclismo, power yoga e continuei até as 9:26 pm, onde parei para jantar, tomei um banho relaxante e fui dormir. Eu paguei o excedente da noite anterior. Sem duvida

Dia 5 – 25/11/18

Dormir às 23: 24h no dia anterior e levantar às 3:49 am. O dia foi complicado, mas não foi assim. E isso apesar do fato de eu ter feito quase 2h de ciclismo, power yoga e HIIT. Alcançar 85% de produtividade, com foco, sem sintomas de fadiga. Se comer um pouco mais que o resto do dia. Embora bom, acho que é porque amanhã eu começo 7 dias de jejum para fazer uma limpeza anual mais intensa que este ano eu não fiz. De qualquer forma, nada a objetar neste dia em que eu vá dormir às 21: 45h. No entanto, mesmo com uma otimização do sono de 33%, muito ruim, do pior que consegui, meu corpo é melhor que o primeiro e o segundo dia.

Dia 6 – 26/11/18

Ótimo dia hoje. Ontem fui dormir às 22: 05h e hoje levantei às 3h22 da manhã. Finalmente me levantei descansado e facilmente. A produtividade do sonho foi de 59%, não é ruim, mas nada de bom. Eu tive três momentos de sono REM, especialmente no último minuto, de 2 a 3, por quase uma hora. O índice de produtividade de hoje foi de 92%, imbatível em comparação com os outros dias. Então eu tive mais apetite do que o normal, só porque hoje eu tenho suco o dia todo, nada mais. Eu fiz ciclismo, power yoga, HIIT, eu trabalhei muito. Eu tenho sido muito consciente e apesar dos ataques da minha mente. E eu tenho estado muito alerta e racional para não me esmagar, mas para me entender melhor. Vou tomar outro banho relaxante e hoje parece que vai ser um desses dias que vou dormir muito mais. No momento, acordar cedo e ter o dia controlado às 10h é uma sensação fantástica que o leva muito mais.

Dia 7 – 27/11/18

Dia muito longo e cheio de manhã cedo às 3h31 e deitar às 9h20 do dia anterior. Eu acusei zero fadiga. Embora eu tenha decidido dormir uma microsiesta no trem de 20 minutos que tem sido ótimo para me manter energizado e acordado até 00: 54h, que é quando eu vou para a cama. O que significa que eu vou dormir entre 3 e 4 horas hoje. Eu cobri muito trabalho: apresentação de livros em Barcelona, ​​várias chamadas e reuniões e todo o trabalho que eu tinha que fazer, além de jantar com meus amigos (pulando os dois dias de jejum).

Dia 8 – 28/11/18

Aconteceu, eu não conseguia acordar cedo às 3 da manhã ou às 3:30 da manhã, até fui para a cama quase às 1 da manhã e quando o alarme disparou eu não me levantei, fiquei dormindo até as 5:10 da manhã. Então eu acordei e comecei o dia, mesmo assim, o dia foi o mais produtivo. Embora seja verdade que eu pulei 20% da manhã ótima, e pensei não praticar esportes, mas quando voltei para Valência, com três dias de jejum, eu até fiz isso, 37 min de corrida e 25 min de power yoga. Cumpri todas as minhas responsabilidades, exceto para gravar o podcast que decidi partir para amanhã ao amanhecer. Desta forma, não é tarde hoje quando dorme, o que eu espero que seja às 21:00 após o banho relaxante. Nada mal, apesar de acordar "atrasado".

9 dias – 29/11/18

Ontem fui para a cama às 22: 08h e acordei às 3h33, comecei bem o dia e depois continuei trabalhando e fluindo. Eu progridei durante o dia, às 18: 20h eu comecei a notar algo de queda enquanto eu estava no curso on-line que estou fazendo, eu estava fechando os olhos e perdi todo o foco completamente. É o quarto dia do jejum. Estive alerta, com energia, pratiquei esportes e vou fechar o dia com ioga. Desde cedo percebo que tenho mais energia do que o habitual, além de ser mais focado, mais calmo e dormir pelo menos 2h menos a cada dia.

Dia 10 – 30/11/18

Ontem fui dormir às 21h42, hoje acordei às 3h06, às 9h já tinha 70% das minhas responsabilidades pessoais e profissionais fora do que eu já havia programado em Alicante, que é onde eu viajei em questão de horas. Na chegada, chegaram duas reuniões do projeto, um dia de conversas com os estudantes de um instituto, uma visita ao psicoterapeuta, depois uma micro-reunião e a apresentação do livro em Alicante. Eu me senti com a energia usual, com impulso, desejo e iniciativa. Tudo fluiu tudo o que tinha que fluir. No entanto, foi feito mais tarde do que eu pensava, agora é 00: 06h eu vou dormir com muito poucas horas de descanso até eu acordar cedo. Eu continuo com o 5º dia de jejum. A motivação para fazer o que é importante de manhã, quando todos estão dormindo, elimina a procrastinação.

Dia 11 – 12/01/18

Ontem fui dormir às 0: 45h, e hoje acordei às 4h45, era impossível me levantar antes, mesmo assim, demorei um bom tempo para sair da cama. Ontem fiquei engessada quando fui dormir porque sabia que ia dormir pouco, hoje estou indo do mesmo jeito, porque entre a manhã intensa, cheia de esporte (carreira, power yoga, HIIT) e trabalho, e também super produtiva, então eu curti um sessão de spa em Alicante e eu fui para Alcoy para ver minha família, e entre a viagem, em seguida, para Valência, chegar, ter uma reunião onde eu tinha que ser focado, e eu não tenho sido muito e, em seguida, duas chamadas de última hora e críticas , a noite foi colocada e eu escrevo isto às 22: 09h, e o banheiro ainda está relaxando, eu calculo que vou dormir às 23h. Outra noite curta é apresentada. A produtividade de hoje foi de 75%, muita energia e não cochilando.

Dia 12 – 02/12/18

Eu fui dormir às 23: 08h, eu acordei às 3h35, então eu dormi 4:26 e eu tive uma qualidade de sonho de 54%, o que foi dito, o dia correu muito bem. É o primeiro domingo tirado cheio desde o início da manhã, desde que acordei até que saí pelo aeroporto me deu para deixar tudo pronto, algo que geralmente não acontecia comigo quando viajei pela manhã. Isso me deu uma enorme tranquilidade, eu estava ganhando 10-0, foi ótimo, então eu voei de Valência para Madri, onde eu trabalhei em algo, e fiz uma microsiesta de 10 minutos, e em Madri eu tomei líquidos, porque isso era o sétimo dia de jejum e recarga. Então eu voei de Madri para Tel Aviv, onde tirei uma soneca de 45 minutos porque estava assistindo a um filme e não aguentava mais. Ele me colocou excepcionalmente, na verdade eu acordei tão focado que comecei a completar tarefas até terminar todas antes de aterrissar.

Dia 13 – 03/12/18

Ontem cheguei em Tel Aviv às 23h, ia descansar às 0: 28h, estava exausto, hoje não me levantei até as 5h33, não consegui e queria fazer antes. É assim que tem sido. Acordar cedo e acordar naquele momento me deu recuperação e tranquilidade, mesmo que acordei tarde, venci a batalha e tive o melhor dia possível, com esporte, com trabalho, com turismo, entretenimento e descanso sem fazer nada, Com boa energia e bom humor e boas vibrações, me sinto ótimo. Todos os dias com energia, apesar de não dormir muito, com foco, com um humor excepcional, e alcançando tudo, nem um pouco mais. Termino o dia estudando estoicismo e querendo descansar e me levantar amanhã às 3 da manhã para continuar fazendo o que faço.

Dia 14 04/12/18

Eu estava às 3:53 da manhã, fui descansar às 23: 13h, com uma qualidade de sono ruim, 38%, mas com 92% de produtividade, também associada ao variado número de coisas entre o pessoal e o profissional, com apenas uma microsiesta de 15 minutos. Eu tenho alongado e jogado o dia em todos os sentidos. Eu não notei falta de energia, foco, concentração ou impulso, ótimo humor, sentidos despertos, excelente humor. Eu não vejo nenhuma desvantagem. Bem, sim, não sendo capaz de dominar indo para a cama cedo, eu não entendo, isso me deixa louco, mas eu continuo tentando. Agora vou dormir às 21h30, finalmente.

Dia 15 – 05/12/18

Eu finalmente fui para a cama às 9h58, o despertador tocou às 3h33, mas eu mal conseguia me levantar e isso me custou horrores. Uma vez que eu me levantei, tive problemas o dia inteiro, mas cada vez era mais difícil sair da cama do que não acordar. Tomei boas decisões, clima imbatível, tour, viagens, viagem a Jerusalém, vou dormir às 23h, fiz uma micro -esta no ônibus de 10 minutos, 85% de produtividade, já estou adaptado.

Dia 16 – 06/12/18

Fui dormir às 23: 24h para levantar às 3h45, tive menos problemas para acordar, trabalhei mais do que no dia anterior, fiz mais, me senti melhor, estava ligado. Tenho notado alguma fadiga no início da manhã e depois ao meio-dia, tenho saciado com uma soneca e até o final do dia. Bom humor, mais agilidade na tomada de decisões, foco, boa resposta. Muito bom sentimento, sem negatividade, se sendo contundente em duas ou três reuniões. Otimização do sono 44%. Ainda não vou dormir logo, no entanto.

Dia 17 – 07/12/18

Fui dormir às 23h10, acordei às 3h22, dei risada até as 3h52, depois de meditar fiz uma soneca que durou, o dia estava ótimo desde então. No ônibus fiz um micro-cochilo de 8 min, até chegar em Tel Aviv, andei pela cidade, fiz uma boa massagem e resolvi vir para o aeroporto para a noite, então não estaria sofrendo por causa do tempo de acordar, o que fazer , táxi, etc. e não ser capaz de ser produtivo em outras coisas. Muito boa escolha,% de produtividade do sono, 48% e produtividade de 95%, sinto-me bem e agora consigo dormir às 23: 38h. Indo uma hora à frente é uma vantagem, a verdade, ajuda você psicologicamente.

Dia 18 – 08/12/18

Dormi nas margens do aeroporto de Tel Aviv, desesperada, mal dormi, 26% de otimização do sonho, um número sem precedentes. Então eu viajei para Madri, o vôo foi complicado, tentei dormir, mas entre o desconforto dos assentos e as dores nas costas e no pescoço causadas pelo sono no aeroporto, eu mal descansei. Embora esses 90 minutos me ajudaram a suportar o dia. Chegou em Madrid vou trabalhar, eu estava reunido com meus amigos Josef e Sulaika e depois fomos nos encontrar com um grupo de amigos, comer, passear e jantar, eles foram capazes de tomar um banho e me deitar às 00: 09h, tinha sido um longo dia e a noite de descanso seria curta. Muito pouca produtividade, apenas o suficiente para cobrir o necessário, quase sem foco, mas não se arrastou cansado depois de sair do avião, eu estava sempre acordado e participativo. Meus amigos se surpreenderam com a energia e a vitalidade para dormir tão pouco.

Dia 19 – 09/12/18

A madrugada foi dura muito difícil, às 4h18, eu ultrapassei as 3h da manhã, não consegui, quando acordei comecei e estava segurando o dia até as 10h que resolveu dormir uma super-soneca de 3h que me deixou no site e eu recuperei os que eu estava arrastando dos dias anteriores. A qualidade do sono foi de 47% e a produtividade de 80%, eu fiz quase 2h de esporte e aproveitei para estar em jejum. O dia levou bem, para ir dormir, o que mais uma vez ficou fora de mão, são agora 23: 34h. De qualquer forma, vamos para outro dia.

Dia 20 – 12/12/18

De manhã cedo e fácil despertar, sim, eu fiquei 10 minutos na cama, e tenho alongado a 50 minutos. Eu dormi 3:16 am e 33% da qualidade do sono, a verdade é que os números não são muito animadores. Eu não estou no topo de nada e ainda estou indo para baixo horas de sono e qualidade de sono. Que a parte negativa, a parte positiva é aproveitar um dia como o que eu tive hoje com não-conformistas, cumprindo do começo ao fim, com foco, plugado, sem descanso, sem soneca, a partir das 4h e das 8h às 20h: 30h, ao máximo. Tenho notado que minha conexão no trabalho tem sido forte e perfeita, com o humor que mantenho bem e controlando e, acima de tudo, dando o melhor de mim. Hoje pareço dormir mais cedo. 21:25 para dormir e amanhã descansar um pouco mais.

Dia 21 – 11/12/18

Acordei às 4h17 e fui para a cama às 0h51, um dia super exigente, onde não reclamei de cansaço até a última hora do dia. Não há sonecas, mas sim em foco. O despertar muito complicado, de manhã cedo foi missão quase impossível. Muitas pessoas se surpreendem com o experimento, muitas pessoas perguntam e estão interessadas em como medir a produtividade. A qualidade do sono hoje. A qualidade do sono de ontem foi de 59%, a mais alta nos últimos dias. Hoje eu durmo um pouco, eu começo a acusar a fadiga, agora sim, que afeta o foco, não o humor ou humor, é surpreendente. 90% de produtividade.

Dia 22 – 12/12/18

Qualidade do sono de 30%, o dia em que dormi menos, 2:56 da manhã, tive que tirar um cochilo às 19h50min de 36 min. Dia mudou-se em Madrid e também ao chegar em Valência. Acordei às 3h48, tive três recaídas durante o dia, não me vi nas minhas melhores condições, distraída e não atenta, apesar disso, 85 de produtividade. Eu não senti vontade de conversar com ninguém e de não fazer muito à tarde no último minuto (das 19h às 20h).

Dia 23 – 12/13/18

Um bom dia sem dúvida, apesar de ter levantado às 3h35 da manhã, mas não poder estar muito concentrado enquanto respirava e meditava. E então fiquei mais 30 minutos na cama. Eu tenho descansado o dia todo depois da descarga de massagem ontem. Minha qualidade de sono foi de 49% e eu dormi quase 5 horas, não ruim para o que eu estava acostumado. Por mais cansado que esteja no meio da manhã, não consegui tirar uma soneca, porque as responsabilidades impediram isso. Eu viajei para Alicante e tenho me encontrado por volta das 2:30 da manhã, depois fui jantar, e agora termino de trabalhar no ponto de dormir, foco muito bom e produtividade de 88%.

Dia 24 – 14/12/18

De Alicante a Amsterdã, fui dormir no dia anterior às 23: 34h, acordei às 3:43 e tive uma qualidade de sonho de 55%. Quando eu fui para o aeroporto notei sonolência, quando eu estava no avião também, eu tive um micro-cochilo de 20 min e eu tenho suportado até agora que é 10:44 p.m. Eu tenho sido bastante improdutivo porque entre outras coisas estou começando o retiro. Hoje não vou medir a produtividade, mas se tivesse que fazer, seria baixo, nem as tarefas mínimas. Embora hoje e amanhã e domingo até a tarde eu me desconecte do que está relacionado ao trabalho. A abordagem tem sido boa, muito apetite, poucos problemas para acordar cedo e querer ir dormir.

Dia 25 – 15/12/18

Eu fui dormir às 23: 04h, eu acordei às 3:09 da manhã, minha qualidade de sono foi de 44%, eu dormi 04:04. O dia não teve% de produtividade porque eu estava no Remoção de Síntese, Eu estava conectado a mim e desconectado do resto. Eu não me senti cansado. Corri 10k, fiz power yoga, HIIT, meditei, depois na cerimônia meditei novamente por quase 2h seguidas sem mexer, não tive sonolência a qualquer momento, me encontrei bem e muito ativo.

Dia 26 – 16/12/18

Segundo e último dia de aposentadoria, dormi muito mais, levantei às 3h42, dormi às 4h40, dormia 49%, não sabia o que fazer quando me levantei cedo e fiquei preso um headstitch de 1:10, comecei o dia e tenho andado bem até agora, são 22: 20h e vou descansar, sinto-me um pouco cansado e acima de tudo não quero ir para a cama atrasado e ter que pagar o pato de novo . Eu tive que ficar em Amsterdã porque o vôo foi cancelado pela neve, não havia vôos e eu tive que refazer a rota, fazendo a noite aqui e partindo amanhã às 8 da manhã para Madri. Objetivo, cedo.

Dia 27 – 17/12/18

Dormindo ontem às 22: 33h, acordando às 3: 18h, tendo uma otimização de sono de 52%, boa concentração, voltando ao normal, 88% de produtividade, voando em três cidades, dando três cabeças em aviões. Segurando até o final da noite novamente em casa. Sim, terminando o dia com um banho relaxante. Um dia mais. Ainda não vou para a cama logo, acho que já tomo como garantido. Eu tenho sido muito calmo, reflexivo, mas tentei sentir e não me deixar levar pelas circunstâncias, controlando o que eu posso controlar.

Dia 28 – 18/12/18

Hoje dormi pouco, às 23: 32h eu ia dormir e me levantei às 3:43 da manhã, dormi 4:11 e tive uma qualidade de sonho de 46%, agora são 23: 46h e ainda estou acordada . Não parece bom hoje, ainda com algo para terminar, mas não sei se vou terminar a verdade. Eu acho que vou dormir e amanhã mais, porque senão não vou me levantar amanhã recuperado. Hoje fiz o que pude, depois de apresentações, recados, trabalho, não cheguei ao que tinha que alcançar, mas me concentrei.

Dia 29 – 19/12/18

Eu dormi 04:03 porque eu acordei às 04:04, eu tinha 42% de produtividade no sono, ontem fui para a cama tarde. Hoje foi um dia de ronda, talvez o melhor de todos desde que comecei o experimento, descansei, tomei o dia com calma, andei, escrevi, me diverti, dos meus tempos, do meu trabalho, vim fazer todas, três lições do curso que estou fazendo, gravar o podcast, quatro regiões, três propostas de negócios. Conceituar dois novos projetos, o dia com mais produtividade, 98%, e certamente com mais foco de todos. E em cima de um banho relaxante e indo dormir antes das 10 da noite, eu peguei na loteria.

Dia 30 – 20/12/18

52% de otimização do sono, fui dormir às 22: 26h no dia anterior, dormi 4:42 am, me senti muito bem durante o dia. Tive 80% de produtividade porque no final do dia antes dos cursos do Seminário de Marketing que fiz, fiquei sem foco e energia, não sendo capaz de fazê-lo com a qualidade que precisava para fazê-los. Então eu vou dormir e aprendi lições para fazer tudo isso de manhã, quando estou mais jovem, focado e "em fluxo". Muita ação, esporte, apresentação em Castellón, muito trabalho, feliz pelo dia, resta apenas um dia de experimentação.

Dia 31 – 21/12/18

Dia com um despertar difícil, sono muito profundo. Fui dormir às 23: 07h do dia anterior, o despertador tocou às 3h37, o momento do despertar me custou muito. Então, quando trabalhei, como não tinha feito a ativação, às 8h tive que tirar uma soneca de 20 minutos. O resto do dia tem corrido bastante, entre o trabalho, esportes, reuniões, massagem, reunião Victor, fazendo a compra, jantando juntos, o que eu vou para a cama, para ser o último dia de uma hora para a altura, às 0: 30h Além de ter decidido prolongar mais um dia para fortalecer a autodisciplina.

Dia 32 – 22/12/18

Dia de bom despertar e bom gancho com o trabalho, aproveitando de manhã. Então eu me retiro por dois dias com meditação com som. Sem cansaço durante todo o dia, sem sesta, boa produtividade. Eu dormi 04:10, eu tinha 44% de qualidade de sono, mesmo assim me senti bem durante o dia, sim, muito relaxado, calmo, calmo, levando as coisas com relaxamento. Foi o dia extra e a experiência termina aqui.

4. Reflexões e conclusões em formato de vídeo

Este vídeo de uma hora e 27 minutos contém as impressões coletadas por dia após a chegada antecipada. Além dos pensamentos finais e conclusões depois de duas semanas. Decidi unir todo o conteúdo de uma forma audiovisual para dar essa experiência sobre a coerência e a expansão do early riser:

5. Hipótese

Aqui compartilho as hipóteses resultantes dos testes realizados durante os 31 dias da madrugada.

Qual é a importância relativa desse experimento? Aqui estão quatro fatores relevantes:

Você pode ser mais produtivo dentro e fora do trabalho dormindo menos e sem isso levando a conseqüências negativas a curto ou médio prazo.

Despertar às 3 da manhã ajuda a estar à frente das responsabilidades pessoais e profissionais.

Levantar-se tão cedo supõe uma vantagem competitiva em relação à capacidade de reação versus proatividade que temos diante das coisas.

A mudança de humor e humor é mais do que notável devido à leveza mental e à clareza alcançada.

6. Aprendizagem validada – descobertas

Experimente levantar cedo e levantar às 3 da manhã por 31 dias seguidos - Isra García

As principais descobertas têm a ver com responder às questões colocadas para iniciar o experimento

  1. Pergunta: É tão decisivo levantar cedo para fazer o trabalho que importa e se sobressair? Resposta: após o experimento e o estudo, é sem dúvida um turbo para ambos. Principalmente porque você assume a liderança não apenas para o resto, mas para si mesmo, para os inconvenientes que podem ocorrer e as circunstâncias imprevistas que possam surgir.
  2. Pergunta: Qual é a razão para levantar cedo às 3 da manhã por 31 dias consecutivos? Resposta: verifique o que aconteceu quando você acorda antes do resto. O que acontece é que você vai em frente, tem mais tempo para si e mais tempo para os outros.
  3. Pergunta: Qual é o motivo para acordar mais cedo do que qualquer um? Resposta: observe como minha vida está em um extremo Eu nunca fui. Como é? Muito mais eficiente, mais ultraprodutivo e com melhor humor e humor.
  4. Pergunta: O que acontece quando você acorda e acorda às 3 da manhã por 31 dias? Resposta: Primeiro, eu não acordei as 3 da manhã todos os dias, porque não consegui dormir o quanto antes. Em segundo lugar, o que acontece é que você tem menos motivos para procrastinar e divertir-se em coisas que não contribuem, além disso você o vê muito mais claramente. O resultado final é poder libertar o espaço ocupado mentalmente inutilmente, o que lhe dá uma sensação de tranquilidade, liberdade e bem-estar que não sentira antes.
  5. Pergunta: Como o madrugador muda às 3 da manhã seu estilo de vida e seu lado profissional? Resposta: Por ter mais tempo e mais liberdade mental e física, você pode decidir fazer mais coisas. Por exemplo, eu terminei um mestrado on-line que não teria terminado sem o experimento, onde eu tinha que dedicar 2 a 3 horas por dia durante 37 dias. Eu pratiquei mais esporte, tive mais tempo para fazer coisas com amigos, família, viajar, desconectar. Em relação ao meu trabalho, às 11h terminei 85% do meu dia, e estava enfrentando alguma interação ou problema, com uma atitude muito mais otimista, determinada, empática e descontraída.
  6. Pergunta: E quanto ao ultraprodutividadePode ser melhorado? Resposta: absolutamente, para tudo mencionado acima, na análise diária e nas porcentagens diárias de produtividade. Quando você acorda cedo, você tem mais tempo livre de interrupções e distrações, apenas seus próprios, que são ainda mais sensíveis. Você tem mais tempo de qualidade, no trabalho e na vida.
  7. Pergunta: Como isso afeta o alto desempenho? Resposta: se você tiver mais tempo de qualidade e usá-lo com sabedoria, poderá distribuir mais qualidade a cada uma das dimensões do ser humano. Eu tenho alongado os tempos em meditação, por exemplo. Eu fui capaz de fazer uma journaling Mais detalhada e extensa, eu tinha melhor hora para respirar e fazer as coisas em um ritmo mais lento. No fim das contas é hora de que, se você souber usá-lo, seu poder se multiplique.
  8. Pergunta: Como é que esta superbata de manhã cedo ajuda às 3 da manhã? Definitivamente ajuda a ganhar o pulso do dia, o seu tempo, o seu trabalho e tudo o que você escolher, parceiro, família, filhos, empresários, hobbies, etc.
  9. Pergunta: Quanto trabalho importante eu consegui criar durante o experimento? Resposta: os índices de produtividade no scorecard dizem tudo, mais do que você imaginaria.
  10. Pergunta: Quais são as coisas mais positivas que encontrei no experimento? Resposta: o tempo de qualidade para se dedicar ao que você precisa ou quer mais. Ser capaz de ganhar o dia no início do dia, a sensação de ter feito a coisa mais pesada e mais difícil no início da manhã e a sensação de liberdade que isso lhe dá. Outra coisa que me surpreendeu agradavelmente foi o quão bem eu tenho dormido tão pouco, por volta das 4:45 da manhã, em média, quando eu dormia antes das 7:50 em média, percebi que não precisava dormir tanto assim.
  11. Pergunta: Que coisas negativas eu encontrei? Resposta: o grande problema de não ir dormir mais do que alguns dias. O cansaço que às vezes, não muitos, experimentou. O período de adaptação dos primeiros dias. Ter pouca vida noturna social, embora mais do que eu esperava, mas que reduzisse meu sono. O sacrifício de fazê-lo e mantê-lo.
  12. Pergunta: Desenvolvi alguma habilidade essencial na esteira do experimento? Resposta: sim, para otimizar meu sonho.
  13. Pregunta: ¿Cuál ha sido el impacto de esta prueba sobre mi salud y rendimiento? Respuesta: análisis con mejoras en la analítica, pero no sustanciales. Sueño perfecto, estado mental en el sitio, pero por ejemplo emocional me siento más tranquilo y suelo. En espiritual más

7. Limitaciones y consideraciones al madrugar a las 3 am

Esta última sección se refiere a todos los contratiempos encontrados durante la realización del experimento:

  • Ha sido prácticamente imposible para mí madrugar a las 3am en punto todos los días.
  • Mi mayor problema ha venido a la hora de acostarme, solo he conseguido acostarme pronto en un 20% del experimento.
  • He pasado de descansar muchas menos horas como indicaba en la sección de aprendizaje validado.
  • No he restringido mi actividad social para realizar este test, aunque ello significara dormir mucho menos o apenas nada.
  • La calidad de sueño ha bajado considerablemente al madrugar, eso es un hecho. Sin embargo, eso no ha supuesto un declive notable en mis niveles de energía, si bien algo más de cansancio acumulado.
  • He tomado melatonina para dormir como usualmente, misma dosis, mismo efecto.

8. Conclusión final

Madrugar es definitivamente un “hack” decisivo para ganar el día, tener mejor buen humor, gozar de un estado de ánimo más positivo. Ganar más enfoque y aliviar la carga mental de la procrastinación. Conseguir mucho más, tener más tiempo para uno mismo y exprimir el día en todos los sentidos. Incluso, como has podido observar, tener más energía descansando menos.

IG – Empowering people, business and communities. – isragarcia.es // isragarcia.com

La entrada Qué ha sucedido cuando he intentado despertar a las 3 am durante 32 días seguidos (informe final experimento) aparece primero en Isra García – blog sobre marketing, transformación digital, productividad, innovación, estilo de vida, excelencia, autenticidad, economía disruptiva, cambio, disrupción personal y profesional, incertidumbre, liderazgo y comunicación más allá de social media, human media..

Blogs que valem a leitura:

Diretrizes de postagem de convidados por Google: STOP Procurando por backlinks

ITI – Um Guia Completo de Admissão, Exame, Resultados, Emprego e Mais

DSLR via Wi-Fi para conectar para o Smartphone

Como escolher produtos de Clickbank: guia básico para iniciantes

Dominar Origens De Tráfego Pago Pt 1.

Ingressos para o Mundo

https://testmygeekstuff.com/contabilidade-zen-como-gerenciar-o-onus-administrativo-de-um-negocio-on-line-baseado-em-infoproductos/

Vamos explorar os mercados on-line da Thai

Como tomar a própolis